© APTA Centro-Sul.

FOLLOW US:

  • w-facebook
  • w-twitter

Projetos em andamento

Nossa proposta se divide em seis focos principais: 1) O estudo de diversidade e estruturação genéticas de espécies alvo em áreas de restauração florestal e de remanescentes naturais com o uso de marcadores microssatélites nucleares (SSR); 2) Estudo da filogeografia dessas espécies incluindo as áreas de restauração florestal através do uso de marcadores microssatélites cloroplastidiais (cpSSR); 3) Projeto piloto de enriquecimento da diversidade genética em áreas já restauradas; 4) Estudo da taxa de cruzamento das espécies para a determinação do sistema de cruzamento; 5) Buscar, através de genômica populacional (AFLP), regiões alvo do genoma das espécies estudadas que sofram seleção o em ambientes antropizados, e consequentemente sejam importantes para a sobrevivência dos indivíduos nestes ambientes perturbados; e 6) Projeto piloto de educação ambiental com alunos da rede de ensino básico de Piracicaba, conscientizando sobre a importância da conservação e recuperação dos biomas naturais, em especial da Mata Atlântica.

Biologia da Conservação de Espécies Nativas da Mata Atlântica com potencial fitoterápico

Uma abordagem genética sobre restaurações florestais

A destruição da Mata Atlântica brasileira é um dos mais alarmantes

problemas de conservação ecológica do mundo. Para a preservação

deste bioma e das espécies nativas nele encontradas é necessário

não só a conservação dos remanescentes naturais, como também a

restauração o florestal de áreas já desflorestadas.


Para tanto se fazem necessários estudos de acompanhamento da

sustentabilidade a longo prazo das áreas de restauração florestal. A diversidade genética é uma das bases

principais da conservação ambiental. Além da restauração da diversidade florística, os projetos de restauração necessitam também equacionar a restauração o da diversidade genética dessas comunidades. Este projeto se propõe a realizar um estudo aprofundado sobre as condições de diversidade e estruturação genética em áreas de restauração florestal em Floresta Estacional Semidecidual da Mata Atlântica, comparando essas condições com as encontradas em remanescentes naturais.

 

Nosso laboratório possui dois grupos de pesquisa liderados pela Drª Maria Zucchi. Um dos quais se dedica ao estudo da diversidade genética e genômica populacional de espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica. O segundo grupo estuda inseto-pragas.

Novas abordagens em Genética de Populações de Insetos-Pragas: Genômica de Populações e Scan Genômico no desenvolvimento de práticas de manejo

 

A broca-da-cana, Diatraea saccharalis (Fabr. 1794) é inseto polífago, do grupo dos Lepidópteros, considerado praga de culturas importantes como milho, sorgo, cana-de-açúcar causando grandes prejuízos nesses cultivares no Brasil e em outros países como Argentina, Colombia, Venezuela e Estados Unidos. Tanto no Brasil quanto em outros países já foram encontradas linhagens resistentes a inseticidas e por essas razões essa espécie tem alto potencial para evolução de resistências as toxinas Bt, presentes em variedades de milho transgênicos, recentemente utilizadas no país para o controle de pragas agrícolas. Além disso, essa espécie pode apresentar linhagens associadas a planta-hospedeira (raça-hospedeira), possui status taxonômico ainda resolvido (presença de espécies sblings e inicio de especiação simpátrica), e existir populações que apresentam diferenças quanto a composição de ferômonio sexual. Essas e outras características tornam a espécie um modelo para estudos genéticos/evolutivos além de um modelo para estudos visado buscar formas mais sustentáveis e eficientes de manejo populacional de pragas. O principal objetivo do trabalho e estudar a diversidade genética de D. saccharalis por meio de marcadores moleculares e identificar os fatores que afetam a distribuição dessa diversidade. Inicialmente marcadores moleculares (SSR) serão utilizados para quantificar a estruturação a diversidade genética entre populações coletadas em diferentes regiões do país e sob diferentes plantas hospedeiras. Será feita uma busca, com marcadores de distribuição não neutra AFLP e SNP s, a existência de locos com distribuição não aleatória, que possam estar passando por processo de seleção natural. Essa abordagem é recente dentro da genética de populações (Genomica de Populações), conseqüência das facilidades em se obter marcadores gênicos e utilização de tecnologia de seqüenciamento de nova geração. A Genomica de Populações permite estudar e separa locos de efeito neutro de locos s.

 

 

 

 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now